Autopublicação

Tudo sobre registro de ISBN e a ficha catalográfica

Esse artigo tenta explicar um pouco como funciona o processo de obtenção de registro de ISBN e ficha catalográfica. O texto abrange temas como o que é o registro de ISBN e o que é a ficha catalográfica. Tenta apontar os melhores caminhos a se tomar de acordo com algumas situações específicas. Ao terminar a leitura, esperamos que você seja capaz de escolher um caminho que atenda seus anseios.

Tanto o registro de ISBN quanto a ficha catalográfica são itens obrigatórios nas publicações brasileiras. Ambos, são questões burocráticas que demandam tempo e paciência para quem não está familiarizado com os procedimentos. A questão do registro de ISBN pode ser resolvido entrando diretamente em contato com a Agência Brasileira do ISBN. Já a ficha catalográfica, deve ser elaborada por uma agência de catalogação ou um bibliotecário com registro ativo no Conselho de Biblioteconomia.

Está pronto para começar? Então, mãos a obra e boa leitura!

O que é o registro de ISBN?

O International Standard Book Number (ISBN) é um sistema padronizado que identifica numericamente os livros (e também softwares) de maneira a individualiza-los. Como você já deve supor, a partir de um registro de ISBN é possível identificar um livro quanto ao título, o autor, a editora, o país e a edição. Quando o registro de ISBN é atribuído para uma obra, o número fixado só se aplica àquele título e edição. O ISBN não se repete jamais em outra obra em qualquer parte do mundo.

Uma grande vantagem de um sistema numérico padronizado, como o ISBN, é a quebra de barreiras linguísticas, facilitando a circulação e comercialização das obras internacionalmente. Além disso, um sistema versátil como esse facilita a troca de arquivos digitais e a recuperação e transmissão de dados em sistemas automatizados. O ISBN simplifica a busca e a atualização bibliográfica e colabora diretamente com a integração cultural entre os povos.

Ficou curioso? Conheça mais sobre a história do ISBN. Nós tratamos esse assunto em outro artigo.

E o código de barras?

O código de barras é uma representação gráfica do número ISBN. A decodificação dos dados é realizada por um leitor de código de barras comum (o mesmo encontrado em supermercados). Em outras palavras, o código de barras é criado a partir do número ISBN atribuído a sua obra.

O código de barras é utilizado principalmente em publicações impressas. Eles são importantes para os sistemas de controle de estoque de livrarias e editoras. Portanto, se pretende vender seu livro fisicamente em livrarias do comércio varejista, o código de barras é obrigatório. Já para eBooks, apenas o número ISBN é necessário.

Exemplo de um código de barras criado a partir de um ISBN
Exemplo de um código de barras criado a partir de um ISBN

Quanto custa para criar um registro de ISBN?

Para se definir o custo total que será gasto na obtenção de um registro de ISBN, deve-se responder uma pergunta: Tenho tempo e paciência para conhecer as regras estipuladas pela Agência Brasileira do ISBN?

Se você respondeu a questão de maneira afirmativa, você está no grupo de autores que preferem resolver essas questões por conta própria. Caso contrário, você está no grupo dos autores que preferem pagar por uma consultoria especializada.

Custos de um registro de ISBN criado por conta própria

Para solicitar seu ISBN diretamente na Agência, você deverá possuir um prefixo editorial. Esse prefixo pode ser criado como pessoa física ou pessoa jurídica. Fizemos uma simulação considerando como referência um autor que não possui prefixo editorial e pretende retirar 01 número ISBN e 01 código de barras.

  • Prefixo editorial: R$270,00
  • Número ISBN: R$20,00
  • Código de barras: R$33,00
  • Total: R$323,00 (Verificado em 14/3/18)

A melhor fonte de informações sobre o processo de obtenção de ISBN, bem como as regras e normas é a própria Agência. Deste modo, para iniciar o processo por conta própria, acesse o site da Agência Brasileira do ISBN.

Custos de um registro de ISBN criado com auxílio de um consultor especializado

O consultor especializado irá cuidar de toda a burocracia. Além disso, o valor será mais em conta do que ir direto na Agência. Afinal, os consultores já possuem o prefixo editorial cadastrado na Agência. Com a eDOC BRASIL, o valor para a obtenção de 01 registro de ISBN e 01 código de barras é:

  • Número de ISBN: R$90,00
  • Código de barras: R$30,00
  • Total: R$120,00

Para contratar a eDOC BRASIL para lhe assessorar com o registro de ISBN, solicite um orçamento.

O que é a ficha catalográfica?

A ficha catalográfica é um bloco de texto que contém as informações bibliográficas necessárias para identificar e encontrar um livro no acervo de uma biblioteca. Elas devem ser elaboradas por bibliotecários graduados e com registro profissional ativo no Conselho de Biblioteconomia. O Código de Catalogação Anglo-Americano (AACR2) é o manual que reúne todas as regras para a correta catalogação de um material bibliográfico. No Brasil, as fichas catalográficas são obrigatórias em todas as publicações monográficas, conforme estabelecido pela Lei Federal 10.753/03, também conhecida como a Lei do Livro.

Diferentemente do registro de ISBN, a ficha catalográfica não pode ser elaborada por leigos. Ela deve ser elaborada por um bibliotecário e para ser considerada válida deve estar assinada pelo profissional responsável, conforme Resolução 184/2017 do Conselho Federal de Biblioteconomia.

Nós entramos em detalhes sobre as fichas catalográficas em outro artigo recente. Explicamos como a ficha catalográfica é elaborada e o que significa os códigos alfanuméricos encontrados nela.

Exemplo de ficha catalográfica de um trabalho de conclusão de curso
Exemplo de ficha catalográfica de um trabalho de conclusão de curso

Quanto custa a ficha catalográfica?

Atualmente a eDOC BRASIL cobra R$50,00 para elaborar a ficha catalográfica de qualquer material. Já a Câmara Brasileira do Livro cobra R$127,00 de pessoas que não são associadas e R$58,00 de associados. Outra agência catalogadora conhecida é o Sindicato Nacional de Editores de Livros, mas eles elaboram fichas apenas para associados.

Você poderá encontrar preços mais atrativos procurando diretamente um bibliotecário. Entretanto, lembre-se de verificar o registro profissional (CRB) desse bibliotecário. Afinal, se a ficha catalográfica não estiver assinada ou o registro estiver inativo no Conselho Regional de Biblioteconomia, a ficha catalográfica não terá validade.

Para solicitar uma ficha catalográfica com a eDOC BRASIL, basta preencher o nosso formulário online.

Por fim…

A eDOC BRASIL está preparada para lhe assessorar tanto na aquisição de seu registro de ISBN quanto na elaboração da ficha catalográfica. Se você precisa de ambos serviços, você deverá acessar apenas o nosso serviço de Registro de ISBN e incluir a ficha catalográfica no orçamento. É muito simples, rápido e sem nenhuma burocracia! Estamos há mais de 10 anos no mercado e colecionamos avaliações 5 estrelas no Facebook. Por falar nisso, já visitou a eDOC BRASIL no Facebook?

Leia também:

Como surgiu o ISBN?

Afinal, o que é essa tal ficha catalográfica?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *