Normalização

Como formatar um TCC usando as normas da ABNT

Saber como formatar um TCC utilizando as regras da ABNT é essencial para a formatação adequada de trabalhos acadêmicos. Principalmente os Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) que se não estiverem dentro das normas poderão ser reprovados pela universidade. As regras de apresentação de TCC são usadas no mundo inteiro, mas reguladas no Brasil pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

As normas da ABNT existem para manter o conhecimento científico estruturado e organizado dentro de um documento, transmitindo confiabilidade e segurança nas informações.

Por que é importante a utilização das normas da ABNT nos TCC?

Se você quer saber como formatar um TCC, você deverá conhecer as normas da ABNT. As regras da ABNT são importantes nos TCC porque criam um padrão, ou seja, uma uniformidade que facilita a compreensão daquele conteúdo por estudiosos de todo o mundo.

De tempos em tempos, a ABNT revisa as regras de normalização bibliográfica e atualiza os manuais. Normalmente, as mudanças efetuadas não são muito significativas. Mas, mesmo assim, é muito importante que o aluno procure conhecê-las a profundamente.

Quais normas da ABNT são obrigatórias?

Não é nada fácil aprender como formatar um TCC usando as regras da ABNT. Nesta seção, listamos todas as normas da ABNT aplicáveis em trabalhos de conclusão de curso. Confira:

NBR 14724 (Apresentação de Trabalhos Acadêmicos)

Está relacionado aos  princípios gerais que trata da  construção de trabalhos acadêmicos, tais como teses, dissertações, TCCs, enfim. Tem como objetivo principal a apresentação para a banca examinadora, comissões, especialistas, etc.

NBR 10520 (Citações)

Esta norma padroniza a forma como as citações devem ser apresentadas, incluindo as citações a outras fontes em trabalhos acadêmicos.

NBR 6022 (Artigos científicos)

Trata dos princípios da apresentação dos artigos científicos, e como devem ser entregues.

NBR 6023 (Referências)

Mostra que elementos devem ser incluídos, de acordo com cada tipo de referência bibliográfica. Devido ao fato de apresentar muitas interpretações, essa norma precisa ser examinada com muita cautela, com o objetivo de não causar nenhum tipo de conflito.

NBR 6027 (Sumário)

Se refere aos princípios que devemos seguir para fazer a apresentação do Sumário da forma correta.

NBR 6028 (Resumo e Abstract)

Informa que requisitos devemos cumprir para entregar o resumo. Conforme determina a ABNT, no resumo devemos colocar os pontos principais do trabalho.

NBR 6024 (Numeração progressiva)

Trata das seções de um documento. Não confundir com as regras de numeração das páginas do trabalho. Nesta norma devemos analisar como é elaborada a numeração deste documento. Neste caso, a numeração deve estar em todos os documentos, exceto àqueles que já contam com um sistema de numeração próprio.

NBR 6034 (Índice)

Aqui devemos saber como elaborar os índices.

NBR 15287 (Projeto de Pesquisa)

Nesta norma devemos entregar o projeto de pesquisa, exatamente como ela se refere.

Observações

Mesmo que sejam normas da ABNT, é possível que cada faculdade faça a sua personalização, mas desde que esteja dentro do padrão permitido.

Existem Instituições de Ensino Superior (IES) que criam seu próprio manual, instruindo seus alunos a criarem seu TCC, conforme sua determinação.

Primeiros passos

Antes de entrarmos com o passo a passo em como formatar um TCC, listaremos algumas dicas que antecedem a redação do trabalho acadêmico. Elas estão relacionadas ao planejamento e organização do trabalho acadêmico, ou seja, em como fazer um TCC memorável.

Em qualquer curso que seja, as normas da ABNT dão muito trabalho. Alguns cursos criam adaptações das normas da ABNT com a finalidade de atender necessidades institucionais. Por isso, o padrão a ser seguido pode mudar de faculdade para faculdade.

No TCC qualquer detalhe conta, por isso se você quer ser aprovado, escolhemos alguns passos para você saber como formatar um TCC adequadamente. Confira:

1- Seu trabalho deve ter um objetivo

O TCC é uma prévia de como será o seu mercado de trabalho, e por isso, você deve apresentar soluções de problemas reais, que realmente irão agregar valor no dia a dia da sua profissão.

2- Escolha do tema

O tema deve estar atrelado ao objetivo. Se ele não for bem pensado e escolhido, ele é responsável por fazer muitas pessoas mudarem todo o conteúdo do TCC no final do caminho.

3- Não esqueça das regras da ABNT

Em todas produções acadêmicas, devemos seguir as orientações da ABNT. Desde o Sumário, citações, referências, numerações de páginas e etc. Entre as faculdades os padrões são muito claros, e nos modelos fornecidos vemos bem como ficará o trabalho depois de pronto.

5- Faça revisões

Nas revisões somos capazes de analisar se há coesão e coerência na gramática e na estrutura do texto.

6- Evite o plágio

Não precisamos nem comentar como essa atitude pode ser desastrosa. Portanto, evite o plágio a todo custo. Hoje em dia, existem várias ferramentas que detectam o plágio acadêmico. Exemplo: Plagium.com.

Como vimos, a primeira etapa de como formatar um TCC adequadamente é planejar o tema, para então poder utilizar corretamente a ABNT.

Como formatar um TCC: principais regras

como formatar um tcc - estrutura do tcc

Para serem aprovados, os alunos devem seguir as orientações acima, bem como as formatações que iremos mostrar a seguir. Mas, frisamos que as dicas encontradas nesse artigo não dispensam a leitura integral das normas da ABNT.

1. Formato e Fonte

Todo TCC por padrão deve ser apresentado em papel branco, mantendo o formato A4.

2. Elementos pré-textuais

Estes devem ser  digitados no anverso (frente) da folha, exceto com relação a folha de rosto, onde no verso deve constar apenas a  ficha catalográfica.

3. Elementos textuais

Devem estar digitados de modo preferencial, no  anverso e verso das folhas, manter a  cor preta, ter tamanho 12, devemos colocar as  fontes Times New Roman ou Arial,  que costumam ser as mais utilizadas

Podemos colocar outras cores nas ilustrações, como nos gráficos por exemplo, para dar destaque.

Com relação a notas de rodapé, citações diretas, legendas e fontes de tabelas e figuras, a fonte sempre será de tamanho menor e uniforme. Conforme está descrito na  NBR 14724, ela não informa de maneira exata o tamanho da fonte, mas normalmente utiliza-se o tamanho 10.

Para fazer as Citações diretas,  devem ter mais de  três linhas e precisam estar em um  parágrafo próprio, este deverá ter um recuo de 4cm da margem esquerda, por padrão.

4. Margens

Conforme afirma a ABNT, sempre na frente da folha, precisamos manter a  margem esquerda e superior de 3cm e direita e inferior de 2cm.

Para poder imprimir  frente e verso, devemos deixar as margens espelhadas, ou seja, as medidas ficam invertidas na folha de verso.

5. Espaçamentos

É necessário deixar o  espaçamento entre linhas de 1.5, menos em  citações diretas que tenham mais de três linhas, “notas de rodapé, referências, legendas das ilustrações e das tabelas”, precisam de espaçamento simples.

O espaço reservado que fica entre o título das seções primárias e o primeiro parágrafo,  por regra precisa de uma  linha em branco de 1,5.

Para fazer os títulos das subseções, estes também precisam  de linha em branco de 1,5 sempre deve colocar “após o parágrafo anterior e antes do próximo parágrafo”.

6. Notas de Rodapé

No caso da montagem das notas de rodapé,  devemos observar as margens indicadas. Estas devem ficar  “separadas do texto por um espaço simples de entrelinhas e por um filete de 3cm”, sempre contando a partir da margem esquerda.

7. Indicativos de seção

Devemos saber que o indicativo numérico da seção sempre irá preceder o seu título, este precisa ser  alinhado à esquerda e estar separado a um espaço de caractere. No caso de  seções primárias (capítulos), necessitam começar em  página ímpar, na parte superior.

8. Títulos sem indicativo numérico

Os títulos de seções sem indicativo numérico ficam centralizados. Essa regra aplica-se a: errata, lista de ilustrações, agradecimentos, resumos, sumário, referências, glossário, apêndices, anexo e lista de símbolos/abreviatura.

9. Paginação

Sempre contamos  a partir da folha de rosto, porém não devem ser numeradas. Somente comece a numerar  a partir da parte textual. Sua apresentação deverá ser em “algarismos arábicos” estará no canto superior direito da folha.

10. Numeração progressiva e sumário

Devemos inserir os títulos das seções primárias (como os capítulos) começando em folha distinta. Use recursos como negrito, itálico ou grifo, caixa alta ou versal.

Não se esqueça! O formato das seções no sumário precisa ser exatamente  igual ao formato das sessões no decorrer  do texto. Nunca devemos colocar os  títulos dos elementos pré-textuais no sumário, segundo o que consta na  ABNT NBR 6024.

11. Siglas

A primeira vez que aparecer no texto,  a sigla sempre deve ser colocada em parênteses. Veja uma maneira prática: Universidade Federal De Pernambuco (UFPE). Para muitas siglas, deve ter uma lista para facilitar a localização.

12. Equações e Fórmulas

Estas precisam estar destacadas no texto, sempre que houver  necessidade. Precisam estar numeradas com algarismos arábicos entre parênteses. Devem ficar alinhados à direita.

Não esqueça! Podemos utilizar uma  entrelinha maior. Mas, ela deve suportar os elementos da fórmula desde que seja utilizada na sequência normal do texto.

Devemos sempre ficar de olho nessas regras, para conseguir aprovação no TCC. Em todas as faculdades as regras seguem um padrão, mas podem sofrer alguma variação.

O que é normalização bibliográfica?

A normalização bibliográfica é um conjunto de regras de apresentação e organização de materiais bibliográficos. Elas são gerenciadas pela Agência Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). A normalização documental visa melhorar a circulação de conhecimentos nas diversas fontes de informação.

A normalização bibliográfica é um processo que não está presente apenas em TCCs. Ela pode ser utilizada em diversos documentos. Por exemplo: planos de negócios, livros das mais variadas áreas, artigos científicos, documentos de projetos entre outras áreas.

Ainda ficou alguma dúvida sobre como formatar um TCC? Fale conosco, teremos o maior prazer em ajuda-lo com a normalização bibliográfica de seu texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.